"Transo com mulheres mas não sou lésbica. É só físico.. eu gosto de homens, mas nenhum deles até hoje conseguiu me satisfazer"

Posted: | por Felipe Voigt | Marcadores: ,
Querido ogro,

Transo com mulheres mas não sou lésbica. Antes que você abra a boca pra dizer "mas sua lesada, se você transa com mulheres é porque você é lesbica!" vou contar um pouco do que me levou a este dilema. Fui morar com meu namorado quando eu tinha 16 anos e ele 19. Nossa relação era ótima, mas quatro anos depois ele faleceu.

Logo que meu namorado se foi era desse jeito para me satisfazer... porque (senta) não consigo transar com nenhum homem sem lembrar dele. Nada. Zero. Nem só uma punhetinha. Tentei várias vezes (fazem 5 anos que isso aconteceu) e nem com aqueles que rolou um apego,uma relação mais seria eu conseguia. Transava mas não conseguia gozar, com nenhum deles.

Foi aí que comecei a me relacionar com meninas.. é gostoso, porque gozar sozinha sempre é meio cansativo. Mas ogro, com mulher é só tesão.. só físico.. eu gosto de homens, mas nenhum deles até hoje conseguiu me satisfazer. Quero unir o útil ao agradável! O QUE QUE EU FAÇO?

Minha querida aprendiz do velcro,

Sim, sua lesada: se você transa com mulheres é porque você gosta. Você gosta de homem e mulher. E nada vai mudar isso. Mesmo que você não faça nada em outra mulher, apenas beije e se deixe ser "abusada", ainda assim, você gosta.

Não sou fã de rótulos: você é gay, é lésbica, é bissexual. Acho que isso é limitar demais uma orientação sexual da pessoa. Conheço mulheres que nunca namorariam pra valer outra mulher, nunca colocariam a boca numa buceta, mas adoram ser chupadas e "molestadas" por outra. Como definir isso? Aliás, precisa definir?

No seu caso, você passou por um trauma muito cedo, numa fase de afirmação sexual. Dos 16 aos 20, tinha o "amor da sua vida" te fodendo. Depois, abruptamente, não o tinha mais. Tentou outros homens e nada de gozar. Porque emocionalmente você ainda pertencia àquele homem. Sexualmente você ainda era dele. Isso te travou. Se permitia gozar apenas sozinha, pois já fazia assim antes, mesmo com ele vivo. E sozinha não tinha a "culpa" de ter outro homem te tocando.

E, de repente, por um "chute do destino", se viu sendo tocada por outra mulher. Não sei se teve experiências assim antes da morte dele. Mesmo que tenha tido, não faz diferença: internamente você não se culpava mais por sentir prazer com alguém. Afinal, era uma mulher, não seria uma "traição" ao seu falecido amor.

Sua trava está na cabeça. Aceite o fato de que ele não vai voltar. Você precisa tocar sua vida adiante. Seu corpo está reprimindo emoções que não te fazem bem. E isso se manifesta sexualmente. Permitir-se ter prazer com outro homem não fará de você uma infiel traidora. Nem fará com que você ame menos aquele que já se foi. O que aconteceu, aconteceu. Está na hora de deixar acontecer de novo.

Uma coisa que pode fazer é sair com um homem e uma mulher juntos. Você ficará à vontade com ela e, quem sabe, permita que ele te faça gozar? Seja um amigo, um desconhecido, alguém que ela conheça, sei lá... mas tente. É assim que se une, segundo suas palavras mesmo, o útil ao agradável.

Quem aprendeu a andar de bicicleta nunca mais esquece. Mesmo que leve uns tombos ao voltar a pedalar. Engole o choro e senta a bunda nesse selim, porra.

16 comentários:

  1. Bruninha Salis disse...
  2. Esse passado está presente demais na sua vida ainda. É preciso desligar-se para poder seguir adiante.
    Sei que é foda pra caralho. Perder uma pessoa é muito doloroso. Mas a vida segue. E você vai conseguir se achar.
    Não se preocupe tanto em estar "certa" ou "errada". Trabalhe com o conceito de "diferença". Você pode tentar as diferenças até se encontrar e encontrar aquilo que melhor lhe convém.
    Felipe sempre muito sagaz em suas respostas. A psicologia está perdendo um grande profissional! rsrs..

  3. Isabel disse...
  4. Pra variar o felipe ja falou tudo... sobra pouco para a gente comentar.

    Vc sofreu um trauma forte e ficou travada, é normal... vc precisa se permitir ser tocada por um homem novamente para poder gozar. Vai procurando, tentando, trepando, só a pratica leva a perfeição.

    Vc de alguma forma bloqueou sua mente, e toda vez que transa com homens deve ficar lembrando de como era com seu ex.

    E relaxa, se vc sente tesão transando com mulheres, pq parar? O importante é ter tesão, é ter vontade de transar, se vc consegue isso com mulheres, esqueça os rotulos e seja feliz.

  5. vanessa lopes disse...
  6. yeah babym eu transo com homens e mulheres pq eu gosto, mas pé claro demora um tempo pra vc se aceitar que gosta...

  7. Sarah disse...
  8. Não vejo ai uma questão de estar ainda travada emocionalmente, o fato é que ela testou e gostou.
    Realmente não quer dizer que ela seja lésbica, e pq cá pra nós, tem muito carinha deixando a desejar por ai, acham que estão com tudo, a gente acaba fingindo que está gozando e eles saem se achando o tal. A mulher é diferente, ela sabe como e onde a outra sente o prazer, pois elas se conhecem, se tocam, e fica mais facil de dar satisfazer a outra.
    Por isso que ela sente tesão com mulheres. Acho que qualquer uma sentiria.
    Agora do mesmo jeito que ela testou com mulheres e gostou, faz o mesmo com os homens, um dia aparece alguem que lhe dê prazer tanto quanto ou melhor do que o ex namorado. Não existem só estagiários em sexo não,tem muito bacharel por ai!

  9. Hannaly Oliveira disse...
  10. Gente! Sai dessa! Você não precisa ser só uma coisa.

    fala opa SOU HOMOSSEXUAL. e daí acha que só pode ser do homossexual, tem que torcer o nariz pra pessoas interessantes do mesmo sexo que você. Ou tipo resolve que só vai ver filme em preto e branco e rejeita qualquer blockbuster. Você não precisa se limitar. Dá pra ser inteligente e assistir BBB, por exemplo.

  11. A m a n d a ! disse...
  12. Eu adoro suas respostas, pq eu gosto de pessoas q não fazem rodeios e dizem o q precisa ser dito.

    Mesmo que seja de forma irreverente não deixa de ser um jeito muito educado e sensível da sua parte.

  13. OM MANE PADME HUM disse...
  14. Porra se quer unir o util ao agradavel..simples..faça com os dois juntos!Um homem e uma mulher..e se mesmo assim não funcionar para você..procure uma terapia!

  15. Anônimo disse...
  16. Querida... Defina útil e agradável. Sexo pode ser útil e carinho agradável, carinho pode ser útil e sexo agradável. O que vc busca, nada mais eh do que a busca de todo mundo. E não importa se com homem, mulher, em relações de sexo ou em relações afetivas.
    Vc se sente mal por buscar as mulheres para satisfazer um desejo sexual seu e nada mais, por não conseguir ter um comprometimento emocional com elas.
    Amiga, isso eh normal em qualquer relação... Tranquilize seu coração e o abra para as relações e experiências.
    Alguns fatos marcam nossas vidas e acabam nos cerceando, mas um dia aparece alguém e mostra que aquilo foi só um fato e que existem possibilidades para ser feliz, não esquecendo, mas transformando algo ruim em algo bom.

  17. carol disse...
  18. Este comentário foi removido pelo autor.
  19. carol disse...
  20. Realmente sobra pouco pra gente comentar depois que o Felipe responde... e concordo com a Bruna que talvez a psicologia esteja perdendo um bom profissional... é fácil dar idéias pra ela resolver seu dilema...
    O difícil eh ter coerência no que se diz...
    Trata-se de uma pessoa com várias pendências a resolver.. a perda da pessoa amada... a trava com outros homens,, a aceitação de ser ou não lésbica ou talvez, pq não, bissexual??
    Resolvendo esse conflitos internos tenho certeza que tudo fluirá naturalmente...
    beijos a todos...

  21. mat girl disse...
  22. Complementando os comentários feitos aqui, eu percebo que sua dificuldade de ter prazer pode ter a ver com medo.

    Medo de abandono.

    Porque quando você teve prazer, foi com alguém para quem se entregou, se envolveu, e sumiu da sua vida, mesmo sem querer.

    Você não parece disposta a ter uma relação fixa apenas com mulheres, pode ser confortável circular por este universo sem muito comprometimento, mas sempre com um olho pendurado na grama do vizinho, aquela vontade de voltar a curtir um homem, sem medo de ser feliz.

    Desapego é uma tarefa difícil, um exercício diário, e duro de praticar. E se entregar, se envolver, mesmo correndo o risco de ser abandonada, de não dar certo, de se decepcionar de novo, ainda mais conhecendo esta sensação, não deve lá ser muito fácil para você.

    Adiantaria sugerir que praticasse o desapego? Seus valores, suas idéias, seus sentimentos lhe permitem viver um momento de entrega sem garantias? É possível se entregar a alguém que pode simplesmente ir embora, sem que eu, você, ou qualquer um possa evitar?

    Não se abandone, você se pertence. Se alguém for embora, você tem a si mesma, e muita figurinha prá trocar. Boa sorte.

  23. Lady Mayfair disse...
  24. Querido Ogro,
    Conheci seu blog através da Carol e venho agora apenas expressar meu profundo respeito e admiração pela sua sensibilidade. A forma como recebe os relatos dos problemas femininos, dos mais banais até os angustiantes relatos de violência sexual, me fizeram voltar a ter um pouquinho de fé nos homens - é, os machos estão bem desacreditados aqui no meu pedaço (não menos desejados, porém). Que você possa continuar levando seus sábios e diretos conselhos a todas nós e quem sabe os homens aprendam um pouquinho com esse evoluído espécime da raça masculina. rs

    Beijos!

  25. Anônimo disse...
  26. desliga do passado.

  27. Anônimo disse...
  28. Sou casada e tenho atração por mulheres.
    Nos últimos tempos não estava sentindo muito orgasmo com meu marido então m deu uma curiosidade de assistir um filme de sexo entre lésbicas só de assistir as cenas sente muito tesão e m masturbei naquele momento foi muito bom. Depois fiquei tarada fiz amor com meu marido como a muito tempo não fazia até ele estranho o meu fogo. Depois disso estou louca pra encontra uma mulher para satisfazer meus desejos mais ocultos.
    Quando era adolescente uma colega lésbica (ela era bem mais velha que eu) se dizia apaixonada por mim chegava a chorar m pedindo pra fik com ela. Infelizmente naquela epoca não tinha coragem de assumir q eu também estava cheia de desejos por ela ou até mesmo curiosidade pra saber como seria um relação lésbica.

  29. Alessandra Corrêa disse...
  30. Manda seu zap p gente cnversar, vc vai adorar...

  31. Anônimo disse...
  32. O mesmo caso deste site... A minha filha fica beijando suas amigas dela aqui em casa mas fala que não e lésbica.... A minha filha já ficou com varias amigas e continua ficando com as mesmas amigas (total são 5 amigas que ficam se beijando).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...