"No final da discussão, me agrediu fisicamente, com direito a mordidas, estrangulamento e socos na barriga, no peito e nas costas..."

Posted: | por Felipe Voigt | Marcadores: ,
Querido Ogro,

Tentarei resumir a história, que é comprida. Foi um caso muito sério na minha vida, nunca contei a ninguém e não tenho a quem recorrer. Lá vai:

Conheci um rapaz na internet que mora a 3 mil kms de mim. Coincidentemente, já tinha comprado passagens com meus amigos para ir ao Estado em que ele mora, no caso, São Paulo. Depois de semanas conversando na internet, combinamos de nos encontrar em um barzinho e, como era de se esperar, ficamos.

Sou nordestina, e logo após alguns dias, voltei para minha cidade. Não levei o "fica" muito a sério, ainda mais pela distância. Mas, ao contrário do que eu pensava, ele levou. Nos comunicamos por meses pela internet, cedendo, aos poucos, às tentativas de namorar com ele. Enfim, eu cedi. Viramos namorados à distância.

Poucos meses depois da oficialização do relacionamento, descobri que a ex dele não era muito normal. Pensou que ele estivesse "de caso" com uma amiga minha e a ameaçou de várias formas. Ela me contou, e, depois de explicar a história ao namorado, ele esclareceu que ela não se conformava com o fim do relacionamento, pois foram 7 anos de relacionamento, com dois frutos. Deixei para lá, mas, para mim, ficou claro que eles terminaram recentemente.

Alguns meses depois, perto do final do ano, fui a SP de novo. Ele me recebeu muito bem, me apresentou à família dele, me receberam muito bem. Ele foi maravilhoso. O que tornou nossa relação mais séria e mais sólida.

Enfim: no final do ano, resolvi passar minhas férias com ele, de dezembro a fevereiro. Alugamos uma casinha juntos para a temporada no litoral. No começo, foram mil maravilhas. Ele me tratava bem, tivemos umas briguinhas bobas de vez em quando, mas nada que abalasse o relacionamento. A ex dele tinha viajado para SC para ver o novo namorado dela. Quando voltou, ele resolveu levar o filho dele para a casa dela para passar o fim de semana, enquanto ele resolvia problemas cotidianos na cidade onde ele mora, no interior de SP. No encontro, ela me tratou educadamente. Mas ele mudou a partir daí.

Passou a me tratar com ignorância, a me desprezar. Havia indiferença no modo como ele me tratava. Passou a querer me dominar, como se eu fosse um mero fantoche. E eu aguentava calada, pois dependia dele para tudo. Não conhecia a cidade. Depois de alguns dias, meu maior desejo era que o tempo passasse mais rápido para voltar para casa.

Quando faltava apenas um dia para voltar para casa, faríamos aniversário de namoro. Tínhamos planejado passear. Repentinamente, ele mudou de idéia. Passou a querer ficar com outras pessoas e passou o dia me tratando com grosseria. Relevei. Ainda podia haver um jantar. Mas não foi bem assim. O dia foi tão péssimo que eu só queria ir para a casa e dormir até o momento em que eu iria embora, mas, mesmo me vendo contrariada, ele queria que eu jantasse com outras pessoas, como se aquele dia fosse comum. Disse que não iria e ele simplesmente se revoltou. Gritou, bateu porta, e eu só chorava, o que aumentava ainda mais a revolta dele.

No final da discussão, me agrediu fisicamente, com direito a mordidas, estrangulamento e socos na barriga, no peito e nas costas. Eu disse que ele não iria me matar ali, pois não teria quem me enterrasse numa terra onde eu não tinha família. Ele parou, começou a chorar e resolveu dormir. No dia seguinte, ele estava carinhoso. Me deixou no aeroporto e lá mesmo eu disse que estava tudo acabado. Ele chorou feito um bebê. Mas, para mim, foi o maior alívio da minha vida chegar em casa e ver minha família. Mas não acabou por aí.

E quem disse que ele desistiu? Nada disso. Ele ligava todos os dias. Chorava, se humilhava. Ligava mais de 30 vezes por dia. E foram depois de semanas vendo meus hematomas sendo curados e com a humilhação que ele fez dia após dia que eu o "perdoei". Não é um processo rápido, ainda estou engolindo a dor que eu passei.

Bom, depois que eu o "perdoei", ele mudou da água para o vinho. Meses se passaram, e ele parece um cachorro lambão de tanto amor e carinho. Nos vimos depois do acontecimento. Ele nem chegou a ser grosseiro. Quando brigávamos, ele simplesmente chorava. Está milagrosamente mais carinhoso, amoroso, parece um retardado mental de tanto amor. E, a cada mês que passa, ele passa a ser mais e mais amoroso. Nunca mais encostou um dedo em mim.

Quanto a ex dele, ele passou a não querer mais trocar uma única frase com ela, a não ser sobre a filha que mora com ela. E só liga pra falar com a criança, nada mais.

Tenho muitas dúvidas. Não sei se ele ainda ama a ex, se eu devo continuar a investir nesse relacionamento. Até poupança ele tá fazendo pra comprar uma casa. Ele planeja o casamento mais do que eu, para 2011. Ele até comprou alianças de compromisso. Não tenha dúvidas, eu o amo. Só que o meu medo é de que um dia ele faça o que fez de novo. Foi muito grave o que ele fez. E eu nem sequer reagi, não o agredi de volta. Simplesmente me defendi, e eu acho que é por isso que ele sente mais remorso.

O que você acha, querido ogro? Ele está me usando para esquecer a ex? Ele poderá me agredir de novo ou ao menos tem perfil de homem agressivo? Será que devo continuar nesse relacionamento?

Se puder me ajudar, estaria muito feliz. Não precisa medir palavras, eu sei que você não tem esse perfil. Mas só pelo fato de você ser honesto comigo, já é 100% maravilhoso.

Obrigada por ter lido.

Minha cara iludida,

Fiz questão de deixar sua história inteira para que todas que a lerem tenham a real noção de como começam as agressões e onde deveriam barra-las! Eu já dei exemplo aqui do que poderá acontecer caso alguém se meta numa relação dessa.

E daí que ele nunca mais encostou o dedo em você depois daquele dia? O fato é: ele fez. E voltará a fazer! Ele não era carinhoso, atencioso, bondoso e outros "osos" antes da agressão? E porque acha que ele fez o que fez? Porque estava descontente com algo e precisava descontar em alguém toda raiva e frustração interna. Você estava ali e ele pensou: "porque não?". E fez o que fez!

Gozado como esses idiotas nunca agridem outro homem, né? Quer descontar no mundo a raiva? Vá a um bar e arrume uma briga com um negão tipo "armário"! Mas não: os "machões" sempre se rebelam onde sabem que não terão uma resposta à altura.

Sua postura apenas legitima o agressor. Ele pode ter chorado, mostrado "arrependimento", mas é vocês casarem que ele irá mudar. Ele chegará puto do trabalho, cansado da vida e... irá descontar em você. Ele irá brigar com a mãe dele por telefone... e lá vai você virar sparring dele. Pergunta: por que se sujeitar a um futuro incerto tão certo como esse?

E você diz que o ama. Será? Ou está com falta de amor próprio e acaba projetando isso no outro? Você se esqueceu tanto de você que ver alguém fazer o que fez a você soa como "cuidado extremista", mas ainda assim, um "cuidado" sob sua ótica distorcida da realidade.

Sabe uma coisa que pode te-lo motivado a agredi-la? Um desdém da ex! Ela desdenhou da relação que ele tinha contigo, quis coloca-lo pra baixo de alguma forma e ele, internamente, precisava provar à ela que era ele quem mandava na vida dele e, consequentemente, na sua relação!

Todo mundo tem um ex que fode a vida. Seja em pensamento, seja em atitudes. Seja um ex seu ou uma ex dele... isso não é nada anormal. Usar outra pessoa pra esquecer outro alguém também é uma das coisas mais normais nas relações humanas.

Toda vez que leio relatos assim, lembro da minha mãe falando pra mim, há muitos anos: "Seu pai sempre esteve avisado: era ele erguer um dedo contra mim que eu sumiria da vida dele... Eu e vocês! Ele ficaria sem mim e sem os filhos dele". Tenho um pai foda que nunca faria isso... mas tenho uma mãe mais foda ainda, que nunca admitiria algo assim!

Enfim... tudo é uma série de dúvidas e incertezas. Mas é certo que isso irá se repetir. Cabe a você saber onde quer seus próximos hematomas: um temporário no coração, pelo rompimento repentino, ou um eterno na alma, depois de vários outros no corpo.

E se puder, mande esse texto pra ele e diga que EU não acredito no arrependimento dele. EU sei que isso é apenas uma fachada... Essa "mudança" dele não é mudança: é apenas uma adaptação. Se adaptou por medo, por comodismo e por oportunismo. VTNC!

Mande logo esse covarde do caralho pra casa do caralho... caralho! Não deixe que outros homens dignos de sua companhia se privem de sua existência.

19 comentários:

  1. Fome de tudo disse...
  2. Concordo plenamente com ele! Pra bater e matar, só basta coragem pra fazer a primeira vez. Se te bateu uma vez, o fará de novo, mais cedo ou mais tarde. Sai dessa enquanto é tempo.

  3. Anônimo disse...
  4. Bom... eu sou a mulher do post anterior, como também sofri de violência, acho que posso opinar a respeito.
    Queria que vc pensasse em cada questionamento que vou fazer aqui.
    Primeiro, ninguém muda, essa história que a pessoa vai mudar por amor é lenda. Ele tem todos os perfis de uma pessoa má, agressiva quem sabe até um psicopata. Ele fez ou faz algum tratamento psicologico para evitar que essa "crise de ira" dele não volte? O que ele fez para sair do perfil de namorado que te humilha com palavras e gestos, e quase mata vc de porrada para mudar? TE ligou? falou que te ama? que nunca mais vai fazer isso? e só? Vc realmente consegue ficar perto dele sem ter medo? Consegue não ter medo quando vê alguma nuance no olhar dele? consegue nao ter medo de falar qualquer coisa pra ele? Consegue não ter medo de no meio do ato sexual, ele não gostar de alguma coisa que vc fez e te bater? consegue não ter medo de do dia pra noite ele te agredir de novo? Vc realmente acha que ama ele? O que vc ama nele? Tudo nele pra mim é falso, ele esta tentando ser uma pessoa que não é... e a mascara dele vai cair, isso é questão de tempo... vc realmente quer passar por isso de novo? Saia dessa enquanto é tempo, ame vc, queira ter uma vida melhor. Não deixe ele continuar te dominando, de um belo pé na bunda dele, e não desista de ser feliz, de encontrar alguém que realmente te ame, que vc ame e que principalmente RESPEITE vc como pessoa e como mulher.
    Estou aqui... se quiser, estou disposta a conversar mais a respeito.

  5. Giovana disse...
  6. assim q ela se casar ela vai estar assinando o atestado de ''óbito'', essa pessoa com certeza ira te fazer sofrer novamente, as feridas curam,o roxo some, mas a dor na alma é irreparavel.
    Pense bem antes de tomar uma atitude que pode mudar tanto sua vida.
    Eu não acredito no arrependimento do agressor,e qto ao amor, vc precisa se amar mais.
    Muito bom esse post, estarei por aqui sempre.

  7. Anônimo disse...
  8. Bom, eu sou a autora do tópico.

    E não vou mentir, realmente acatei a possibilidade de ele ser um psicopata. Li muitas pesquisas a respeito, e fiquei abismada com o que eu li.

    Agradeço aos comentários de vocês, estou realmente avaliando tudo, palavra por palavra.

  9. Lilian disse...
  10. pessoas não mudam.. na verdade, acho que depois de um tempo com alguém, tudo que agora incomoda um pouco vai passar a incomodar pra caral**!!! E como todos aqui, nem em sonho ele mudou! ele é um psicopata mesmo! alguém capaz de fazer o que fez com vc NUNCA foi nem será uma pessoa normal!! Você não precisa de um "ser" assim do seu lado!! Infinitamente melhor só do que tão mal acompanhada! Dê um fora de vez nesse cara, mude de telefone se preciso for.. e se abra para alguém que realmente te mereça! alguém que faça a vida muito mais bonita ao seu lado! tenha certeza, existem vários homens de verdade por ai!! que seriam incapazes de levantar um dedo sequer para uma mulher! existe sim! E não aceite nunca menos do que isso! beijos muitos para vc!! e muitos outros especiais para o querido ogro!

  11. Drica disse...
  12. Concordo plenamente, a mulher tem que se impor. Uma vez no começo do casamento meu pai tentou agredir minha mãe, além dela reagir, ele passou 3 dias na cadeia.
    Nunca mais ele ergueu um dedo pra ela, um dia eles estavam brigando e eu vi a hora que ele ia avançar nela, mas não avançou pq ele conhece ela muito bem.
    São as mãe que ensinam as filhas a se imporem. Fico sozinho mas não admito que homem algum me domine.

  13. renateeenha disse...
  14. Minha filha, se ele te bateu uma vez, VAI BATER DE NOVO!

  15. carol disse...
  16. Não admita! Não deixe... sofra agora.. pq vai doer sim... mas não deixe isso se repetir.. pq quem fez uma vez, faz duas.. ou vc quer morrer nas mãos de quem diz te amar??... Sai dessa Agoraaaaaaaa.. pra ontem...

  17. Andressa disse...
  18. vixe...meu...sai dessa...que cara louco! mande ele se fuder! vc vai achar alguém melhor, sem sombra de duvidas! Manda ele brigar com um homem...quero ver se ele tem coragem! bate em mulher...pra mim é moleque!

  19. Anônimo disse...
  20. Ogrooo....Cadê mais post?!Está desiludido??Eu te amo!

  21. Lorao disse...
  22. O mal de nós mulheres é ser sentimental de mais. Estar com um cara pq ele é um doce conosco, nos deixa com medinho de não encontrar outra pessoa que possa ter tantos cuidados qto àquele. Grande Ogro, é preciso homens como vc pra falar as verdades que nós mulheres precisamos enxergar. Esse cara não mudou e se você acredita em vida após o casamento, terás a maior desilusão da sua vida se casar com ele. Seja forte e acabe logo com isso. Se te "traiu" a primeira vez, a culpa é dele, se te "trair" pela 2º vez, a culpa é sua. Há quem não mereça 2º chance. Acredite.

  23. Anônimo disse...
  24. A única coisa que não consigo entender nessa história toda é a pessoa dizer que AMA o cara e não tem DÚVIDAS...Passei por uma situação semelhante e o amor que eu sintia se foi no momento em que ele me agrediu pela primeira vez...Passei a ter nojo, raiva, vontade de matar ele e continuei com ele por mais dois meses até me sentir segura para terminar sem que ele surtasse!!! E até hoje não me sinto muito confortável em saber que ele continua vivo...
    Me dá arrepios só de lembrar que um dia eu pensei em casar com ele!!! Ia apanhar todo dia e depois ainda teria que dar pra ele!!! SAÍ FORA ENQUANTO É TEMPO...ELE JÁ SINALIZOU QUE É MALUCO E QUANTO MAIS TEMPO VOCÊ DEMORAR PRA LARGAR DELE MAIS DIFÍCIL E PERIGOSO VAI FICAR!
    ANTES ELE CHORANDO DO QUE VOCÊ...OU PIOR SUA MÃE!

  25. Anônimo disse...
  26. Anonimo,

    Meu deus,é tanta CANALHISSE,tanta falta de amor e ainda por cima falta de Deus no coraçao,nao sei ate que ponto chega a falta de vergonha na cara,ao ponto de BATER,AGREDIR FISICAMENTE E VERBALMENTE,e muitas das vezes,saem rindo e achando tudo muito lindo e satisfaótrio pra sua masculinidade!
    Só tem uma frase pra essa situaçao:ESSAS PORRAS TINHAS QUE SOFRER TUDO E MAIS UM POUCO,nao sao homens,sao UNS COVARDES!

  27. Anônimo disse...
  28. tenho 15 anos e preciso de ajuda.nam sei como falar ezatmente de q tipo preciso + preciso. sera q vc pode?

  29. Anônimo disse...
  30. As pessoas mudam sim. Ou então são falsas como meu marido. Quando solteira ele nunca me deu qualidades inferiores depois que casei começou a me ameaçar de surras e a me xingar muito. Isso aconteceu logo depois do casamento e perdura até hoje. Já apanhei, fui humilhada, desprezada e ignorada. Todas as vezes que apanhei não havia motivo, ele batia por bater. A verdade é que eu acho que ele não mudou, apenas era falso, porque se ficasse apenas nos xingamentos era tolerável, mas as pancadas não dá para esquecer. você pode achar que sou burra, pois estou com ele até hoje por amor e necessidade.

  31. Anônimo disse...
  32. Meu marido dizia que em mulher não se bate nem com uma flor. romântico, não? Pois é acredite e me casei. Logo após o casamento ele me ameaçou com uma cinta. E assim foi por algum tempo, ameaças. Um certo dia ele me bateu e não foi com flor foi com socos. Da mesma forma ele me bateu mais vezes. O pior é que ele diz que isso não é bater.É quem bate não sente, não curti as marcas roxas, não precisa se esconder para que ninguém veja as marcas. Quem bate esquece, quem apanha não.

  33. Anônimo disse...
  34. Meu marido me agrediu por causa de ex.
    Ele me retirou de todos os ministérios da igreja e ate da igreja. Sai mal falada e muitos dessa igreja me tratam com ódio ate hj.
    A ex dele deboxou de uma doença que minha mãe tem que é degenerativa, dos meus desempenhos na igreja etc.
    Um dia eu chamei ela de falsa quando mostrou preocupação com minha mãe, quando esta internou.
    Eu no hospital com minha mãe e eles dois no louvor e na EBD. Ele continuou tratando ela normal depois de deixa-la me humilhar.
    Enfim, um dia eu perguntei se ele tinha tratado ela normal quando eu estava internada. Eles tinha fogo no rabo quando estavam juntos e eu fazia vista grossa. Ele dizia que eu era ciumenta... Etc.
    No dia que perguntei ele disse que a tratounormal "ué"... Por causa disso sofro todo tipo de sarcasmo da antiga igreja.
    Eu perdi a cabeça e taquei pao em cima dele. E ele debochava eu o sacudi, mas sou bem mais fraca. Na mesma hora ele me pegou direto no pescoço e eu não pude virar a cabeça uma semana. Mas não ficou roxo.
    Eu só falava faz mesmo para eu conseguir divorcio mais fácil
    Ele disse que não vai me dar divorcio e não tenho para onde ir. Eatou como alguém que esta refem esperando motivo pra sair daqui.
    Ele me agrdeiu de varias outras formas.psicologicamente etc.
    Eu não consigo perdoa-lo, mas acho que ele não me merece. Eaperei ate os 27 anos pra me casar. Acreditava em esperar por um amor. Me apaixonei pela pessoa errada. Eu o amava muito, hj sinto nojo de tudo que ele faz.
    Pior que quando desabafei com minha mãe ela no msmo dia me expulsou de casa. Ru que cuido dela ha anos, limpo casa e tudo. Eu so voltei a cuidar dela pois ela não gostou da ultima empregada...
    Tenho mantido tudo em ordem nas duas casa.
    Pensei em suicídio varias vezes.. Não seioara onde ir.
    Querendo trabalhar de doméstica dormindo pra fugir de tudo isso. Sou empregada gratuitamente e ninguém valorizou so os patrões de verdade.
    Tou muito triste pois não pude contar com miinha família, nem igreja e nem eaposo
    Quando fico sozinha eu so choro.
    Aparentemente esta tudo bem. Mas eu preferia enfiar uma faca na minha barriga.
    Tou sofrendo demais. Muito. Algem me ajuda o que fazer?

  35. Anônimo disse...
  36. Gente preciso desabafar hoje fui agredida pelo meu namorado ele me deu socos na cabeça e puxava meus cabelo e me deu soco nas costas e tbm um tapa no rosto ele tava fora de si e tudo isso na frente do meu filho de 5 anos ele gritava muito pedindo pra ele para e eu não me defendi acho que doeu mais pisicologicamente dq por fora na vdd mi ha cabeça ta doendo bastante mais não se compara a dor que to sentindo por dentro esse aperto no peito e terrível ele foi embora pq minha mãe saiu do banho na hora enyro no meio e foi um escandalo isso pq minha mãe não viu nada so escuto os grito do meu bb e por isso saiu correndo e meu filho mais velho tbm saiu do quarto correndo e falando para paraa ..aii então ele fico encostado na parede tentando se justificar falando que a culpa era minha que eu era uma cretina que eu tinha que se foder e eu fiquei ali quieta ouvindo e minha mãe tava muito exaltada chingando ele mando ele embora disse que chamaria a policia então ele foi embora passo uns minutos me mando msg pedindo desculpas falando que nao queria termina e que so fez aquilo pq tava muito irritado mais que iriamos superar isso juntos..meu deus to com medo pq sei que se continuarmos ele vai volta a fazer isso na primeira coisa que não agradar ele..e o pior e que ele pode tudo quando e com ele ai tudo e cabível tudo eu so loka obsecada teve a pachorra de me fala que se eu pegar ele aprontando eu so poderia larga dele..mais que se eu pegasse e fizesse o msm inves de larga ele ia me arrebenta..isso me irrita pq os direitos so pra ele..ai depois fala que não foi isso que quis diZer e eu não sei oq pensar to tão confusa estmos juntos a 3 anos e isso nunca tinha acontecido..nao nessa proporção ne ele ja havia me empurrado em outra ocasião quando tava no hoapital com meu bb..mais assim como hoje não...to triste não sei oq fazer.
    .

  37. Anônimo disse...
  38. Preciso escrever pois realmente não sei o que fazer.
    Estou casada há quase dois anos e na verdade nos casamos pelos motivos errados.
    Namoramos no passado e quando o reencontrei ele estava na merda, morando em um cortiço e eu , por dó resolvi o ajudar. Desde então minha vida se tornou um inferno. Além das diversas traições e das inúmeras brigas, há um tempo atrás ele começou a me agredir fisicamente e me ameaçar de morte. Hoje foi mais um desses dias em que ele bebeu demais, se drogou e amanheceu me ameaçando, me atrasei pro trabalho ( ele não tem trabalho fixo ) e inclusive afirmou que de hoje eu não passo. Tenho sofrido demais e calada. Preciso de ajuda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...